Regras do Xadrez

Regras do Xadrez

Regras do Xadrez ou Leis do Xadrez é o conjunto de regras que é usado no Jogo de Xadrez e competições correlacionadas. Como o xadrez é muito antigo, as regras sofreram várias modificações.

Os movimentos são alternados, sendo que, por convenção, o enxadrista que detém as peças brancas faz o primeiro lance. Não se pode “passar a vez” ou deixar de jogar.

O objetivo secundário do jogo é proteger o próprio Rei, evitando que fique em xeque. É proibido no jogo colocar o próprio Rei em xeque, ou, quando em xeque, fazer outra jogada que não tenha por objetivo tirá-lo de xeque.

Movimento das peças do xadrez

Torre
A torre se movimenta nas direções ortogonais, isto é, pelas linhas (horizontais) e colunas (verticais), não podendo se mover pelas diagonais. Ela pode mover quantas casas desejar pelas colunas e linhas, porém, apenas em um sentido em cada jogada.

Bispo
O bispo se movimenta nas diagonais, nunca em ortogonais. É “o contrário da torre”. Note-se que na posição inicial há dois bispos para cada jogador, um em casa de cor clara e o outro em casa de cor escura. Eles não modificam isso durante todo o jogo. Eles também podem mover-se quantas casas desejarem, porém, assim como a torre, não podem alterar o sentido do caminho na mesma jogada. É baseado na primitiva influência do papa sobre o Estado. Andar na diagonal, é baseado nas saídas pelos cantos do bispo quando as coisas apertavam. Ele tirava mesmo o “corpo fora”, querendo só prestígio de andar com a realeza.

Dama
A Dama pode movimentar-se quantas casas queira, na diagonal, na vertical ou na horizontal.

Rei
Pode se mover em todas as direções, mas limitado a uma só casa. O Rei pode fazer roque com a torre sem que ambas tenham sido movimentados, que não tenha nenhuma peça entre ambas e nenhuma das casas pelas quais o rei irá passar ou ficar está sob ataque, somente assim podendo ser feito o roque. Pode se capturar qualquer peça adversária com exceção do rei adversário.

Peão
O peão é a única peça do xadrez que nunca retrocede. Portanto, quando se encontra na segunda fila sempre estará para fazer o seu primeiro movimento. Nesse caso ele pode “escolher” entre “andar” uma ou duas casas na mesma coluna. Passou da segunda fila, não mais pode se deslocar duas casas, mesmo que não o tenha feito antes. No entanto, quando vai capturar uma peça, seu movimento é diferente: ele desloca-se na diagonal, andando apenas uma casa, sempre para frente. O peão não pode capturar para trás, e não captura peças que obstruam o seu caminho. Assim, qualquer peça (inclusive um outro peão), pode parar a marcha de um peão.
Uma vez que um peão não anda para trás, caso ele alcance a última fileira do tabuleiro o jogador deve promover seu peão, transformando-o em uma rainha ou sub-promover seu peão na proxima jogada transformando-o numa torre, num cavalo ou num bispo. O peão pode se transformar em qualquer das quatro peças, mesmo que haja outras em jogo. É possível, então, possuir duas ou mais damas, três ou mais torres, ou situações semelhantes.

Cavalo
Ele pode andar em “forma de L”, ou seja, anda duas casas em linha reta e depois uma casa para o lado. O Cavalo goza de uma liberdade especial em seu movimento, podendo pular qualquer peça, inclusive as do adversário. Captura as peças adversárias que estejam em sua casa de chegada, mas não pode ir para uma casa ocupada por uma peça amiga.

Publicidade
Posts Relacionados
Publicidade